CONTATO
|
INFORMATIVO
Cabeçalho_bloG


11/10/2016

Capacitações estimulam empreendedorismo entre grupos de mulheres



oficina-culinaria-incra

Por Gláucia Assis, assistente social do Idesam -

O mês de setembro foi de intensa atividade para as mulheres assentadas no sul do Amazonas. As ações de capacitação, promovidas por Idesam e INCRA através de um projeto de assessoria técnica realizado na região, envolveram uma oficina de artesanato e um curso de culinária, além de muita união entre as mulheres.

O curso de culinária foi realizado no Projeto de Assentamento (PA) Acari, em Novo Aripuanã, no período de 12 a 15 de setembro. Na ocasião, as participantes aprenderam novas técnicas para produção de bolo em pote, boas práticas no manuseio de alimentos e dicas para a comercialização dos produtos.

Vislumbrando incentivar a inserção das participantes no mercado local, o curso também falou sobre empreendedorismo, convidando as assentadas a avaliar os valores de investimento dos materiais utilizados na produção, assim como os preços praticados na venda final.

Já em Apuí, município vizinho, o curso de artesanato foi o tema apresentado para as assentadas do PA Rio Juma. A atividade ocorreu nos dias 13 e 14 de setembro.

As participantes, que fazem parte da Associação Estrela Brilhante, optaram pela oficina de técnicas de customização de sandálias visando aperfeiçoar a produção para investir futuramente na venda dos materiais. O resultado final refletiu a criatividade e potencial do grupo em confeccionar produtos de qualidade.

Com o saldo bastante positivo, as ações atingiram os objetivos propostos: incentivar atividades coletivas e fortalecer a união entre a comunidade, e estimular as mulheres a investirem mais em projetos que possam gerar uma renda extra para a família.

Além de proporcionar um impacto econômico positivo para as famílias, o estímulo a essas atividades é importante também para melhorar a autoestima das participantes.

Os cursos foram escolhidos pelas próprias participantes durante as reuniões de planejamento ocorridas no início da segunda fase do projeto (iniciada em julho de 2016). Sete atividades de capacitação já foram realizadas desde então, duas delas com grupos de mulheres.

Comentários: